1063-millennials-infofranchising

Serão os millennials tão ‘digitais’ como se pensa?

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Muito se tem dito (e desdito) sobre os Millennials nos últimos anos, sobretudo que são uma geração na vanguarda da utilização de tecnologia, o que se estende à forma como fazem compras. Mas um estudo publicado pela CBRE desfaz os mitos e diz: ao contrário do que se poderia pensar, 70% dos Millennials preferem comprar nas lojas físicas.

A consultora entrevistou 13 mil Millennials com idades entre os 22 e os 29 anos, de 12 países diferentes, para avaliar como vivem, trabalham e se divertem e o seu impacto nas tendências futuras do mercado imobiliário.

Os resultados agora divulgados mostram que quase metade dos Millennials inquiridos gostam de aceder a um produto de forma imediata e querem ver, tocar, sentir e testar o produto nas lojas. E embora cerca de 27% das compras sejam realizadas online pela maioria dos Millennials, a popularidade das compras online varia dramaticamente de país para país devido às diferentes dinâmicas do retalho.

“Em países onde existem redes de retalhistas internacionais bem estabelecidas, é provável que a penetração online seja mais elevada que em países onde os retalhistas são locais. Quando o comprador Millennial faz uma compra online, ele pretende que o produto seja entregue em casa. Uns significativos dois terços das pessoas referem preferir a entrega em casa, seguido da entrega no local de trabalho e da opção ‘click and collect’ (recolha num local estipulado) como terceira escolha”, explica a consultora.

Por outro lado, o estudo refere que o lazer é “uma parte cada vez mais importante na vida dos Millennials e 50% do seu rendimento é canalizado para refeições fora de portas, compras, cinema e espetáculos”.

Outra das questões que tem sido constantemente debatidas acerca desta geração prende-se com o facto de enfrentarem desafios ao nível da procura de locais para viver com preços equilibrados e que estejam de acordo com as suas possibilidades. Este estudo volta a mencionar este tema, revelando que “quase metade (49%) dos inquiridos entrevistados vive ainda com os seus pais, e 74% refere que os seus ordenados não acompanham o preço do mercado imobiliário, o que constituiu uma das principais razões por ainda viverem com a família. Um total de 65% indicou que optam pelo arrendamento ao invés da aquisição de casa por causa de circunstâncias financeiras.”

Sobre o emprego, ficamos a saber que 64% dos Millennials considera-se “afortunado por ter emprego e deseja trabalhar para um reduzido número de empresas durante a sua carreira.” Ainda assim, o nível de lealdade para com a empresa não é elevado e os colaboradores estão dispostos a mudar de trabalho, caso haja melhores oportunidades quanto a salário, formação, desenvolvimento profissional e oportunidade de trabalhar com pessoas com o mesmo tipo de interesses.

Leia o estudo completo aqui.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão subscreva a nossa newsletter aqui

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.