1.º Congresso anual de Investimento e Financiamento no setor de Infraestruturas

 

/images/textoimagens/fullsize/2990.jpg

Refletir e analisar as conclusões resultantes da experiência portuguesa no desenvolvimento e gestão de infraestruturas é uma das propostas da primeira edição do Investruturas 2011- o Congresso anual de Investimento e Financiamento no setor de Infraestruturas.

 

 /images/textoimagens/fullsize/2990.jpg

 

Refletir e analisar as conclusões resultantes da experiência portuguesa no desenvolvimento e gestão de infraestruturas é uma das propostas da primeira edição do Investruturas 2011- o Congresso anual de Investimento e Financiamento no setor de Infraestruturas.

Apesar do atual momento de crise, que poderia ser pouco propício a investimentos, este evento surge, porque como nos disse, Raquel Rebelo, Gestora da Unidade de Congressos da IFE “é nos momentos mais difíceis que o debate se torna mais importante e necessário e achamos que este é o momento fundamental para trazer a público uma serie de questões que estão em cima da mesa do poder político e dos privados que actuam neste sector. Há uma necessidade enorme de debater e eventualmente repensar o modelo português das PPP, ao mesmo tempo que temos de encontrar com urgência alternativas para suprir as actuais restrições de financiamento, visto que vamos ter que continuar a investir em infraestruturas porque sem elas o país não se desenvolve. Tem, no entanto, que se encontrar um modelo que interesse a todas as partes envolvidas e se adeque à nova realidade do país neste momento”.
Para além dos debates serão ainda apresentados dois case studys: um sobre a privatização da ANA e construção do novo aeroporto de Lisboa, por Carlos Madeira CEO da NAER e outro será um case study de internacionalização, apresentado por Gustavo Fontes, Diretor de Investimentos e Financiamento África da ODEBRECHT.
“Este evento é por isso uma oportunidade para melhorar a qualidade de um debate influenciado pela excessiva politização de uma matéria que é demasiado importante para a competitividade do nosso país. As várias discussões que alimentam este debate incidem sobre os projetos de infraestruturas que foram contratados e não deviam ter sido e sobre o excessivo recurso às Parcerias Público-Privado como forma de desenvolver estes projetos”, salienta Fernando Faria, partner da KPMG, empresa patrocinadora do congresso.
Organizado pela IFE – International Faculty for Executives, empresa detentora da revista LOGÌSTICA & TRANSPORTE HOJE, no próximo dia 5 de abril, no Vip Grand Lisboa Hotel & SPA, este evento contará ainda com a participação de vários players nacionais e internacionais: Rui Pereira de Sousa, administrador da Edifer; João Pereira de Vasconcelos, Head of Finance da Brisa; Fernando Branco do Observatório das PPP’s; Mathias Burghardt, Head of Infrastructure da AXA Private Equity; Diego Marin, Diretor Strategic Planning and Corporate Development Projects do Grupo Ferrovial, entre outros.