ACL apela à moderação fiscal e corte na despesa pública

Depois da aprovação da proposta de Lei do Orçamento de Estado de 2013, a ACL diz que é crucial o cumprimento do Programa de Ajustamento Económico e que falhar as metas pode ter consequências “incalculáveis e extremamente gravosas”.

A Associação Comercial de Lisboa diz ainda que o apelo da Comissão Fiscal da ACL “vai no sentido de que se comece desde já a refletir numa alteração para o futuro do paradigma que tem marcado a política orçamental, olhando de forma decisiva para a questão da despesa e consequentemente da redefinição das funções que presentemente se encontram acometidas ao Estado”.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui