Balcão do Empreendedor substitui Loja da Empresa

O Governo vai extinguir as Lojas da Empresa e substituí-las por Balcões do Empreendedor, a instalar nas Lojas do Cidadão de seis cidades, o que vai permitir poupar mais de 400 mil euros por ano, anunciou o secretário de Estado Feliciano Barreiras Duarte.

/images/textoimagens/fullsize/3716.jpg O Governo vai extinguir as Lojas da Empresa e substituí-las por Balcões do Empreendedor, a instalar nas Lojas do Cidadão de seis cidades, o que vai permitir poupar mais de 400 mil euros por ano, anunciou o secretário de Estado Feliciano Barreiras Duarte.

 

“A reestruturação e a reorganização das Lojas da Empresa permitirão uma poupança estimada em mais de 400 mil euros por ano, nomeadamente através da redução do pagamento das rendas dos espaços ocupados por estes serviços de apoio aos empreendedores”, segundo uma nota enviada à agência Lusa.

De acordo com informação do gabinete de Feliciano Barreiras Duarte, será “extinta a Loja da Empresa de Lisboa e transferido o Balcão do Empreendedor aí existente para uma das Lojas do Cidadão da cidade ou para um espaço físico mais reduzido que reúna as condições adequadas ao funcionamento do balcão e à manutenção da parceria com a Câmara Municipal de Lisboa”.

Também serão extintas as Lojas da Empresa do Porto, Braga, Aveiro, Viseu e Loulé.

O processo já está a decorrer, mas ainda não foi adiantada uma data de conclusão.