EPUL cria incubadora de empresas

/images/textoimagens/fullsize/4014.jpg A EPUL (Empresa Pública de Urbanização de Lisboa), a Câmara Municipal de Lisboa, a Fundação Calouste Gulbenkian e o ISCTE/AUDAX vão estabelecer um protocolo de cooperação e parceria que visa a criação de uma incubadora de empresas em Entrecampos, Lisboa, no âmbito do novo projeto da empresa, o "EPUL Jovem Empreendedor".

 

O conceito de incubadora de empresas assenta na existência "de um espaço de trabalho partilhado, adaptado a um novo modelo de gestão direcionado para o arrendamento, que permite praticar valores mais reduzidos para os arrendatários das frações", explica a empresa em comunicado.

A futura "incubadora", com capacidade para 198 espaços de trabalho, funcionará nos 42 escritórios existentes nos lotes 2 e 3 daquele complexo habitacional, propriedade da EPUL, numa área aproximada de 2,200 m2.