McDonald's vai ter este ano mais encerramentos do que aberturas nos EUA

McDonald’s vai ter este ano mais encerramentos do que aberturas nos EUA

A McDonald’s vai ter mais encerramentos do que aberturas nos Estados Unidos da América pela primeira vez em 40 anos. De acordo com a Business Insider, a cadeia de restaurantes de fast food não revelou quantas das 14 300 unidades irão encerrar, mas um porta-voz da empresa já disse que será um valor “mínimo”.

Recentemente, a cadeia que opera em franchising encerrou 350 lojas no Japão, nos EUA e na China, com a justificação de uma performance abaixo do esperado.

Em maio deste ano, a McDonald’s anunciou a reestruturação da sua rede internacional com a divisão em quatro zonas geográficas com o objetivo de evitar que os clientes ‘fujam’ para a concorrência e reforçar o franchising, que deverá passar dos atuais 81% para 90% do total da rede até 2018.

A multinacional definiu a divisão da atividade da empresa em quatro diferentes polos e Portugal foi colocado no grupo dos mercados mais ‘franchisáveis’, aquele que é considerado o grupo dos mercados fundacionais, com “potencial para operar sob um modelo sobretudo franchisado”, referiu na altura a McDonald’s

Steve Easterbrook, CEO da empresa que assumiu o cargo em março deste ano, revelou também recentemente que o plano estratégico para a empresa prevê uma redução de cerca de 300 milhões de dólares nos custos anuais.

Apesar da estratégia de redução do número de lojas ser pouco usual, em 2008, a Starbucks também encerrou centenas de lojas nos Estados Unidos da América, tendo conseguido regressar ao crescimento e expandir o número de lojas novamente.