Não+Pêlo volta a apoiar instituições de solidariedade

/images/textoimagens/fullsize/3196.jpg Não+Pêlo volta apoiar quatro instituições de solidariedade social através da campanha +Por, uma ação que decorre nos centros de estética da marca até 16 de junho.

A rede de franchising Não+Pêlo volta a envolver os 120 centros em Portugal com a campanha +Por, o projeto de responsabilidade social da marca, que irá decorrer de 16 de maio a 16 de junho.

Em comunicado, Telma David, do departamento de marketing explica: "aos 30 euros de cada tratamento é retirado um euro e, no fim, o montante amealhado por todos os centros reverte para as instituições de quatro regiões geográficas escolhidas pelos centros". Telma David sublinha ainda que "a Não+Pêlo volta assim a demonstrar a sua vertente social, sendo solidária este ano com a delegação Norte da Raríssimas; Associação de Proteção aos Cães Abandonados, da região Centro; o Clube Atlético do Montijo, para a promoção de atividades desportivas e sociais para pessoas com deficiência, da região Sul, e o Centro Paroquial Nª Senhora de Oliveira, das regiões autónomas da Madeira e Açores".

Além dos fundos angariados pelos centros, a Não+Pêlo contribui para uma das instituições com o Prémio +Por.

A Não+Pêlo foi pioneira na aposta da criação de uma rede em franchising especializada em fotodepilação de luz pulsada, sendo atualmente marca líder mundial. A marca da área da estética propõe tratamentos unissexo com um preço único de 30 euros por sessão e zona do corpo e utiliza equipamentos de fotodepilação de luz pulsada mais potentes e rápidos do mercado, que garantem resultados visíveis desde a 1.ª sessão. O objetivo é popularizar a fotodepilação em todo o mundo, contando já com uma rede internacional de mais de 1000 centros em Espanha, Brasil, Bulgária, Inglaterra, Itália, México, Polónia, Portugal e Roménia. Emprega cerca de 2 400 pessoas.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui