Como compram os Millennials?

Que fatores impulsionam a decisão de compra dos Millennials?

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A geração Millennial tem sido nos últimos anos uma das mais estudadas, sobretudo por retalhistas e marcas que querem prever os comportamentos de consumo e os fatores que influenciam a decisão de compra daquela que se está a tornar a geração mais importante para as empresas em todo o mundo.

De acordo com um estudo da Nielsen, estes jovens consumidores representam já um quarto da população e gastam cerca de 200 mil milhões de dólares por ano nos Estados Unidos da América. Contudo, conquistá-los e fazê-los gastar dinheiro tem sido o maior desafio dos retalhistas.

“Nos Estados Unidos da América, esta geração tem interesses diferentes das gerações antecessoras e os marketeers e os retalhistas devem prestar atenção aos hábitos de consumo únicos desta jovem geração”, refere a Nielsen.

Poupar para o que importa

Os dados revelados  mostram que, acima de tudo, a geração Millennial é otimista em relação ao seu futuro financeiro. De acordo com o relatório ‘Consumer Confidence’, publicado no segundo trimestre de 2015, cerca de 70% dos millennials acreditam que as suas finanças pessoais serão boas ou excelentes no próximo ano.

Com dinheiro limitado para gastar, os millennials são consumidores “astutos por necessidade”. 42% pesquisa em pelo menos quatro fontes diferentes antes de decidir fazer uma compra e cerca de um terço apenas faz compras quando possui um cupão de desconto ou um código promocional.

Ainda assim, segundo a Nielsen, apesar de gostarem de conseguir um bom negócio ou os melhores preços, todos os millennials estão dispostos a gastar em coisas que realmente lhes interessam. “Como uma geração que é definida pela utilização da tecnologia, a maioria dos millennials não está disposta a adiar um upgrade do seu computador ou smartphone para poupar dinheiro. E ainda que estejam a gastar menos em roupa para poupar dinheiro, 35% ainda compra vestuário com o dinheiro que lhes sobre ao final do mês”, refere.

De acordo com a Edelman Digital, citada pela Nielsen, a origem dos produtos é também um fator cada vez mais importante para esta geração: 40% dos consumidores da ‘geração do milénio’ prefere comprar em lojas locais, mesmo que isso lhes saia mais caro.

A geração digital

Ainda segundo os mesmos dados, 92% dos millennials possuem um smartphone, percentagem que contrasta com 76% dos baby boomers que possuem um ‘telemóvel inteligente’ e que mostra porque é que a tecnologia se tornou uma parte essencial na experiência de consumo destes novos consumidores.

“Cerca de 19% dos millennials e 31% dos millennials mais ‘sofisticados’ e com mais poder de compra [dos EUA] gastaram cerca de 1000 dólares online no ano passado. A maioria (66%) usa a internet para fazer compras de itens difíceis de encontrar”, revela ainda a Nielsen.

De acordo com a empresa, para os retalhistas, “a boa notícia é que estes jovens consumidores são, globalmente, mais crentes de quase todos os tipos de publicidade- digital e tradicional – em comparação com as outras gerações. Por isso, os retalhistas que souberem explorar estas tendências, e que as souberem comunicar, têm a oportunidade de conseguir grandes recompensas. Por exemplo, os retalhistas podem atrair os millennials a comprar com promoções e cupões, especialmente com promoções que pareçam exclusivas e personalizadas. Partilhar a história de uma marca pode ajudar os millennials a sentirem-se conectados com essa marca e os social media e a tecnologia móvel podem ser usados precisamente para aprofundar essa relação e lealdade.”

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.