2667-signup620

Vender por assinatura é a tendência

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Uma empresa de cuidados de higiene masculina e outra de venda de surpresas gastronómicas o que têm em comum? Um modelo de negócio tão simples que até parece mentira não ter sido inventado antes. A inspiração veio dos Estados Unidos e o modelo pode ser replicado em qualquer sector.

Ter negócios na net já não é novidade, mas ter uma empresa de prestação de serviços que leva a casa os seus produtos pode ser uma aposta com futuro. Não serão muitos os empresários que apostam nesta estratégia, que pode ser uma alternativa a ter uma loja aberta, com os custos implícitos.

O modelo de negócio nasceu nos Estados Unidos e já chegou à Europa. Embora seja um modo de comercialização pela net, a sua base não é de todo desconhecida dos portugueses. Trata-se de um modelo de assinatura, tal como o das revistas, em que os bens não são editoriais, mas de vária ordem.

A Umami e a Fino Trato não têm nada que as ligue. A primeira dedica-se à comercialização de bens alimentares e a segunda ajuda os homens a zelar pelo seu aspeto facial. Os sócios da Fino Trato são gestores com traquejo e os da Umami avançam pela primeira vez.

O projeto do Clube Barba Rija teve o seu ponto de ignição em meados de Outubro de 2013, quando Alberto Amaral tomou contacto com uma start up que procurava parceria. Embora a área de atuação não fosse do seu domínio, o conceito agradou. “Não dominando o tema apesar de consumidor (produtos barbear), apreciei claramente o modelo de negócio e rapidamente avançamos para a criação de uma nova empresa a Fino Trato Ec, Lda” – refere Alberto Amaral.

Veja a reportagem completa na edição de junho/julho da revista Negócios & Franchising.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão subscreva a nossa newsletter aqui

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.