A imobiliária KIMO inicia a expansão em franchising

A imobiliária KIMO inicia a expansão em franchising

Composta por uma rede de imobiliárias independentes, a KIMO, imobiliária que dispõe já de três unidades na zona do Algarve e Lisboa, iniciou recentemente a sua expansão através do regime de franchising, modelo escolhido pela independência das várias unidades, modelo de colaboração que sempre caracterizou a marca desde a sua fundação.

Como forma de marcar o arranque deste projeto, a KIMO estará presente na CIDADE DO EMPREENDEDOR 2019, exposição de empreendedorismo que se realiza na cidade do Funchal entre 24 e 27 de Outubro e onde a marca será apresentada, sendo a única representante na área imobiliária, no espaço da “Via Rápida do Franchising”.

A KIMO foi criada com o objetivo de trazer ao mercado imobiliário uma rede de agências que, atuando com modelos e metodologias similares, mas que “atendem às particularidades de cada mercado local e adequam os seus serviços nesse sentido”, um dos principais fatores diferenciadores para um dos fundadores da marca, Luis Prazeres.

Assim, acrescenta ainda que “de um leque de serviços abrangente, dos quais se destaca a elevada experiência na gestão de arrendamento”, Luis Prazeres garante que “a rede KIMO acompanha cada parceiro na condução do seu projeto de acordo com o perfil e necessidade dos clientes de cada zona”.

Além disso, dispõe de uma rede de parceiros nacional, capazes de apoiar cada unidade na prestação de serviços conexos à sua atividade, como a mediação de crédito e seguros, entre muitos outros.

O grande objetivo da marca é ter um negócio rentável e parceiros com negócios rentáveis. Henrique Lopes, co-fundador da KIMO e também ele responsável por duas unidades na zona do Algarve, salienta mesmo que “acreditamos que só garantindo essa rentabilidade comum e essa entreajuda entre as várias unidades, conseguimos criar uma rede forte e competitiva à escala nacional.”

Após uma experiência testada com sucesso em unidades em pontos do país distintos (Lisboa, Faro e Tavira) e após um detalhado processo de preparação, a KIMO tornou-se uma marca em franchising, que pretende fazer chegar a todo o país a sua rede de unidades.

Atualmente, a KIMO possui dois modelos de negócio: o modelo de loja, preferencialmente em espaços de rua, e o modelo de conversão, para atuais imobiliárias que se pretendam juntar à rede, modelo que, de acordo com Henrique Lopes, “traz vantagens concretas às pequenas imobiliárias que, desta forma, se permitem apoiar e trabalhar em rede, gerando mais negócio.”

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui