Norte-americanos, franceses e brasileiros são quem mais procura Lisboa pelo empreendedorismo e tecnologia

Norte-americanos, franceses e brasileiros são quem mais procura Lisboa pelo empreendedorismo e tecnologia

Norte-americanos, franceses e brasileiros são quem mais procura a cidade de Lisboa pelo empreendedorismo e pela tecnologia. Quem o diz é a momondo, que a menos de duas semanas do início de mais uma edição do Web Summit em Lisboa revela quem tem feito pesquisas de voos na plataforma para viajar até Lisboa nas datas do evento, que se realiza entre 5 e 8 de novembro.

“Os Estados Unidos da Américas é onde há mais entusiastas por tecnologia e onde nasceram algumas das maiores empresas do setor. Não é, por isso, de estranhar que durante os dias que se realiza o evento, a procura por voos para Lisboa seja liderada por destinos com partida nos EUA. São também os norte-americanos que dominam as pesquisas por voos para Lisboa desde o fim de semana que antecede o certame até ao fim de semana que o precede”, explica a plataforma.

Logo a seguir aos Estados Unidos da América, surgem França e o Brasil, com o Brasil a destacar-se como o mercado onde se regista o maior crescimento nas pesquisas face aos mesmos períodos de 2017.

“Nas pesquisas que foram realizadas para a altura do evento, a grande surpresa deste ano foi a procura por parte dos brasileiros por Lisboa, que registou um aumento superior a 95%, face a 2017, para voos entre os dias 5 e 8 de novembro. De facto, o crescimento das pesquisas para voos com origem no Brasil está em linha com os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística, que apresenta o Brasil como um dos mercados emissores que mais cresceu em agosto (+15,5%)”, refere Margarida Gameiro, porta-voz da momondo para o mercado português.