Portugal: criação de empresas cresce a dois dígitos

Portugal: criação de empresas cresce a dois dígitos

A criação de empresas, em Portugal, registou um crescimento de 19,8% em janeiro, com 6333 novas empresas a serem criadas no país. Os dados são da Iberinform e revelam ainda um aumento no número de insolvências no país (+7,4%), para um total de 509.

O distrito de Lisboa mantém-se invicto no ranking das cidades onde mais empresas são criadas, com 1974 novas constituições, mais 8,7% do que no período homólogo. Em segundo lugar surge o distrito do Porto, com 1146 novas constituições (+17,3%).

Segundo os dados da Iberinform, todos os setores de atividade apresentam uma variação positiva face ao ano passado, com o setor outros serviços a registar um total de 2.804 novas empresas, mais 12,2% do que em 2018, enquanto na construção e obras públicas nasceram 832 empresas, o que traduz um aumento de 49,6%.

O estudo mostra ainda que em janeiro de 2019 houve uma variação positiva em todos os setores de atividade analisados, com o setor dos serviços a registar 2804 novas constituições de empresas, mais 12,2% do que no período homólogo. O crescimento mais significativo registou-se no setor dos transportes, que passou de 188 novas empresas em 2018 para um total de 393 em janeiro de 2019.

No que diz respeito às insolvências, que registaram um aumento de 7,4% face ao período homólogo, também são Lisboa e o Porto que lideram a tabela, com 103 e 134 respetivamente, uma diminuição de 10,4% em Lisboa e um aumento de 21,8% no Porto.

Por setores, os principais decréscimos no número de insolvências registaram-se nas atividades de eletricidade, gás e água (100%), comércio por grosso (27%), construção e obras públicas (11,9%) e comércio a retalho (7,5%). Os aumentos mais significativos foram nas atividades de agricultura, caça e pesca (75%), indústria transformadora (36%) e outros serviços (31%).