Franchising Chaviarte elimina sacos de plástico

Franchising Chaviarte elimina sacos de plástico

A rede de franchising Chaviarte deu início a um novo processo na eliminação do plástico em toda a sua rede de lojas. Conscientes do problema ambiental causado por este material, em 2019 a Chaviarte lançou os sacos de tecido nas lojas com reparação de calçado e já todas as lojas dispõem de saco de papel desde 2020. Não se trata apenas do cumprimento da lei, mas sim da missão que a empresa assumiu de reduzir o consumo do plástico e promover a reutilização de materiais, bem como da Responsabilidade Ambiental que se cruza com a sua missão social de Zelar pela Segurança dos Portugueses.

Quando em 2019 a empresa portuguesa se viu a braços com uma movimentação muito elevada de sacos de plástico nas suas lojas com serviço de reparação de calçado, preocupada com o impacto ambiental que esta causaria, assumiu não só a missão de os eliminar como também de incentivar à reutilização de sacos, criando um modelo de saco em tecido TNT que permite transportar o calçado, organizá-lo em casa, como também obter um desconto por cada vez que traz o saco à loja com calçado para reparar.

“Fomos à procura de um saco específico para calçado, com fecho, resistente e inovador que apelasse à reutilização por parte do cliente sempre que voltar à loja e que lhe desse também a possibilidade de criar uma nova forma de guardar os seus sapatos em casa”, adiantou Lídia Amorim, gestora de marketing da Chaviarte em Outubro de 2019.

Logo depois, entre a Pandemia em 2020, a Chaviarte lançou um saco de papel para eliminar os sacos de plástico também na aquisição de produtos de Segurança em todas as suas 48 lojas.

“Estamos assumir publicamente a missão de criar uma nova política ambiental na Chaviarte, eliminando os sacos de plástico, incentivando à reutilização mas também à reciclagem, como já acontece com o Pilhão disponível nas lojas. Como marca especialista em segurança temos de assegurar também a sustentabilidade do nosso planeta”, adianta Lídia Amorim.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui