CEO Century 21 Portugal

Century 21 fatura 25 M€ em 2016

25 milhões de euros, foi quanto faturou a rede imobiliária Century 21 Portugal em 2016, um crescimento de 36% face ao período homólogo. Numa nota enviada às redações, a rede revela que entre janeiro e dezembro de 2016 realizou cerca de 8 mil transações de venda de imóveis, mais 11% do que no ano anterior.

Segundo a marca, que opera em regime de franchising, “no ano passado, os negócios mediados na rede da marca cresceram 26% para os 593 milhões de euros. O valor médio de venda dos imóveis, a nível nacional, situou-se nos 148 mil euros e cresceu 14% face à média de 130 mil euros verificada em 2015. Os imóveis mais procurados continuam a ser as tipologias T2 e T3.”

O número de operações de arrendamento, por sua vez, registou uma quebra de 21%, para cerca de 3500 transações, em comparação com as 4233 realizadas em 2015, acentuando a tendência decrescente já verificada nos anos anteriores. Ainda assim, o valor médio do arrendamento de imóveis aumentou 22% e situa-se agora nos 670 euros, face à média dos 550 euros registados em 2015.

Em 2016, as transações internacionais de venda representaram cerca de 24% do total das transações da rede Century 21 Portugal e cresceram 6% para as 1923, face às 1819 operações de clientes internacionais realizadas no mesmo período do ano anterior. Os principais mercados do segmento internacional foram em 2016 França, Brasil, Bélgica e Reino Unido, com zonas como Lisboa, Cascais e Porto a serem fortemente procuradas pelos internacionais.

Ricardo Sousa, Administrador da Century 21 Portugal, refere que “são vários os fatores que irão influenciar o sector imobiliário em 2017. Um dos principais é a existência de uma clara necessidade de obra nova e de soluções ajustadas à atual procura do mercado. Outro fator a ter em conta passa pela crescente importância das novas gerações que estão a chegar ao mercado imobiliário. Os Millennials apresentam características muito próprias na procura de soluções de habitação. Cerca de 65,6% opta pelo arrendamento de imóveis, abaixo dos 600 euros de renda mensal, e apenas 19,5% concretiza transações de arrendamento, entre os 600 e os mil euros. Quanto aos Millennials que optam por adquirir um imóvel, o valor médio das transações de venda situa-se, maioritariamente, abaixo dos 100 mil euros, ou no intervalo de valores entre os 100 e os 200 mil euros.”

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui

(Visited 40 times, 1 visits today)