D'Carne - Comida sobre rodas

Comida sobre rodas – D’Carne

Parte do grupo BestRest, a D’Carne é um conceito de street food criado já este ano, há pouco mais de cinco meses, em Sintra. A marca teve base numa pesquisa sobre o setor que indicava um crescimento de 81% na indústria da comida de rua em 2015. “Face a este crescimento, tendência ou moda, achámos que devíamos dar ao cliente algo com qualidade acima do que já existia, com diferenciação, que é a palavra que nos distingue no setor. A street food é uma tendência que veio para ficar, que veio para simplificar a vida dos habitantes e turistas das cidades. A street food é vintage, é criativa, tem cheiro e cor”, refere Diana Dias, diretora financeira da BestRest.

A motivação para arrancar com a D’Carne, conta a diretora financeira, surgiu num evento da Associação Portuguesa de Franchising em que várias pessoas demonstraram interesse no novo conceito, indo também ao encontro das muitas solicitações de presença do grupo, que detém ainda uma rede de supermercados gourmet e de restaurantes para almoços low cost, em eventos aos quais não conseguia dar resposta.

“A nossa essência está em três valores: diferenciação, diversidade e qualidade. São características duradouras que permanecem intemporais e verdadeiras, independente de qualquer inovação de produto ou alterações competitivas – ajudam a dar forma às marcas e orientam-nos na direção de comunicar. Somos uma marca com ‘cheiro’, uma vez que dispomos de um forno a lenha e para grelhados no carvão.”

Neste momento a desenvolver mais três unidades móveis, uma no norte do país, uma no centro e outra no sul, a D’Carne não tem zonas preferenciais de expansão. Quer sim expandir-se por todo o território: “Tendo em conta a existência de inúmeros eventos que pretendem ter áreas de street food, e como não conseguimos satisfazer 1/4 dos eventos [para os quais somos solicitados] com a nossa presença, não existe área geográfica prioritária, mas sim todo o território”, confirma Diana Dias.

Condições especiais

Até ao final do ano, a marca pretende atrair entre cinco a sete franchisados por todo o país, bem como estar presente em eventos de comida de rua no país vizinho. Tal não será difícil, já que a D’Carne está a oferecer condições especiais para os seus primeiros investidores: o valor do investimento inicial é de 55.700 euros, mas os primeiros cinco franchisados não pagam royalties e não há taxa de publicidade. “Não podemos esquecer que o nosso franchising é diferente de todos os outros, na medida em que o franchisado é detentor da viatura logo no início do contrato e detém o bem para sempre”, salienta a diretora financeira da BestRest.

Para além de ajudar os franchisados a marcarem eventos, a rede vai ainda proporcionar formação e visitas de apoio constantes. Assim, os franchisados não deverão ter dificuldades em recuperar o seu investimento, o que se estima que aconteça num período de um ano. Já a faturação deverá rondar os 90 mil a 120 mil euros anuais.

A marca procura ainda vendedores natos, capazes de se colocar na posição do cliente, com dinamismo comercial e gosto pelo contacto com o público. “O franchisado deverá aceitar e seguir as regras do franchisador, pois tudo tem uma razão de ser”, relembra ainda Diana Dias. “Deverá ter noção de que o sucesso do negócio depende si, pois não damos o peixe mas damos os meios para ir pescá-lo.”

 

Franchising em fase inicial

 Marca: D’Carne

Atividade: restauração (comida de rua)

Investimento inicial: €55.700

Royalties: não há

Taxa de publicidade: não há

Área média de loja: 12m(unidade móvel)

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui