O que deve saber antes de mergulhar no franchising

O que deve saber antes de mergulhar no franchising

Os problemas enfrentados pelos empreendedores que querem integrar uma rede de franchising são quase sempre os mesmos e comuns a qualquer franchisado em qualquer parte do mundo. Mas saber o que esperar pode ajudá-lo a navegar de forma mais fácil durante todo o processo.

Ana Vecchi, professora universitária brasileira e uma das autoras da obra ‘A nova Era do Franchising’, defende que “por mais informação disponível que haja em cursos e palestras, artigos e documentação acessíveis na internet ou com especialistas ‘tête-à-tête’, há muitos riscos em fazer o investimento numa proposta de negócio que não se sustenta.”

De acordo com a autora, “por mais que o negócio possa ser interessante e viável, o que se assina, não se apaga! Quando precisar de fazer uso do contrato, este deverá ser de valor para as necessidades do lado mais fraco”.

A especialista diz ainda que os franchisados devem ter consciência de que pode haver má fé e que muitas vezes o Marketing da marca acaba por se sobrepor ao Jurídico, deixando os franchisados desprotegidos nas relações que estabelecem com a marca.

“Não me têm faltado exemplos de que o Jurídico deve ser tão bom ou melhor que o Marketing, para que não haja necessidade deste [Jurídico] em esferas de discussões, divórcios, cisões. Que a transparência e a responsabilidade sejam a base de toda e qualquer relação pessoal e profissional, comercial”, conclui.

(Visited 393 times, 1 visits today)