Faturação da Century 21 Portugal cresce 35%

Faturação da Century 21 Portugal cresce 35%

A Century 21 Portugal terminou o ano de 2017 com uma faturação de 35 milhões de euros, um crescimento de 35% face ao período homólogo. De acordo com a rede imobiliária, que opera em regime de franchising, em 2017, os negócios da rede de mediadores aumentaram 20% para 712 milhões de euros.

Os números revelados pela empresa revelam ainda que o número de transações em Portugal cresceu 37% para mais de 10 mil transações de venda. Por outro lado, o valor médio de imóveis vendidos sofreu uma quebra de 13% para os 129 mil euros, que de acordo com a Century 21 está relacionada com “a maior procura do segmento médio e médio baixo”.

A tipologia mais procurada em 2017 na rede da imobiliária foi o T3, 55% dos compradores foram portugueses com idades entre os 40 e 50 anos e 39,5% dos compradores tinham menos de 40 anos.

Em termos de valores de compra, 26% das casas foram transacionadas por preços abaixo dos 100 mil euros, enquanto mais de 42% registaram valores entre os 100 mil e os 200 mil euros e 26,3% entre 200 mil e 500 mil euros. Só 5,3% das aquisições foram efetuadas por valores acima de 500 mil euros.

Importa ainda referir que em 2017, 19% das vendas da Century 21 foram a compradores internacionais, “com a predominância de clientes oriundos de países como a França, Brasil, China, Bélgica e Reino Unido”, refere a rede.

No arrendamento, a empresa registou uma queda de 18%, para um total de 2870 transações. Neste segmento, o T2 foi a tipologia mais procurada, com o valor médio de arrendamento a fixar-se nos 598 euros, menos 10,7% face a 2016.

No final do ano, a Century 21 contava já com 102 unidades a operar em Portugal e 2108 colaboradores.

 

(Visited 77 times, 1 visits today)