Faturação da Decisões e Soluções cresce 280% no primeiro semestre

Faturação da Decisões e Soluções cresce 280% no primeiro semestre

A faturação da Decisões e Soluções cresceu 280% no primeiro semestre. A empresa especializada em mediação imobiliária e consultoria financeira, fechou o primeiro semestre do ano com um crescimento de 280% na faturação da área imobiliária, nomeadamente ao nível da venda de imóveis, arrendamentos e obras adjudicadas.

O valor médio de cada imóvel vendido e escriturado foi de 123 000 euros face a um valor médio de 110 000 euros registado em 2013. Em relação aos imóveis arrendados, o valor médio das rendas foi de 395 euros face aos 317 euros registados em 2013. Na mediação de obras, o valor médio de cada obra adjudicada foi de 13 600 euros.

“A área da construção de imóveis, lançada no início de 2014, tem vindo a registar um grande crescimento e uma grande recetividade por parte da população, sendo objetivo da empresa adjudicar até ao final deste ano construções num montante superior a 20 milhões de euros, seja no segmento de clientes particulares, seja no segmento de clientes empresariais”, refere a consultora em comunicado.

O valor médio de cada construção adjudicada no primeiro semestre de 2014 foi de 150 000 euros para clientes particulares e de 400 000 euros para clientes empresariais. A área da mediação de seguros continua a registar um crescimento positivo, que atualmente já ultrapassa os 40 000 clientes.

Paulo Abrantes, Diretor-Geral da Decisões e Soluções, refere que “é para mim motivo de grande orgulho e satisfação verificar que a Decisões e Soluções, que em outubro irá celebrar o seu 11.º aniversário, continua a crescer em todas as suas áreas de atividade, com especial destaque para a área imobiliária, que abrange a construção e venda de imóveis, o arrendamento e as obras. Temos um serviço de aconselhamento com Soluções 360º que interessa à população e que ajuda as pessoas e as famílias a terem as melhores soluções do mercado, em áreas de grande importância, como tal não tenho dúvidas que esta empresa 100% nacional vai ser cada vez mais a escolha dos portugueses, na hora de comprarem, venderem, arrendarem ou construírem o seu imóvel, tal como na hora de tratarem do crédito e dos seguros nas melhores condições de mercado.”