Faturação da Remax cresce 54% no primeiro trimestre

Faturação da Remax cresce 54% no primeiro trimestre

A Remax Portugal terminou o primeiro trimestre de 2014 com um crescimento de 54% na faturação face ao período homólogo. Nos primeiros três meses do ano a imobiliária realizou 5143 transações, mais 12% em relação ao mesmo período do ano passado.

Durante este período, a Remax realizou 2464 vendas, mais 44% do que no mesmo período do ano passado. Por outro lado, no arrendamento verificou-se uma tendência de descida de 10%. Este ano foram arrendados 2605 imóveis pela Remax, menos 285 do que no mesmo período de 2013.

Lisboa mantém-se na primeira posição do pódio das transações, ao concentrar praticamente metade das vendas e dos arrendamentos. Depois da capital, Sintra, Cascais e Oeiras são os concelhos que congregam mais operações nos dois segmentos. A fechar o top cinco das vendas surge o concelho de Braga, enquanto nos arrendamentos é o concelho de Almada que ocupa a quinta posição.

Em termos de tipologias de apartamentos, o primeiro trimestre manteve-se idêntico aos anteriores, permanecendo o T2 como a tipologia preferida pelos portugueses com 1490 transações e 42% do total das operações. Os T3 correspondem a cerca de 29% e os T1 a 19% do total das transações.

“Fechámos o ano de 2013 como o segundo melhor ano de sempre da RE/MAX numa conjuntura económica complexa e continuamos a crescer nos primeiros meses do ano, o que nos dá boas perspetivas para o ano de 2014. Constata-se que as vendas mantêm a tendência de crescimento do ano anterior”, sublinha Beatriz Rubio, CEO da Remax Portugal.