Franchising PãoemCasa abre 25 unidades num ano

Franchising PãoemCasa abre 25 unidades num ano

Num ano, a marca PãoemCasa abriu um total de 25 unidades. Moita, Corroios, Seixal, Figueira da Foz e Braga foram as últimas localidades a receber unidades franchisadas da marca que quer recuperar a tradição de entregar pão em casa.

“Foi sem dúvida um ano entusiasmante, com muito trabalho, muitas adesões ao serviço, muito pão distribuído diariamente por todo o país. Estamos gratos aos clientes que nos têm dado a sua preferência e confiança, e acima de tudo, orgulhosos das equipas das unidades PãoemCasa. Quando se atinge a cifra dos 100 000 pães por mês, praticamente sem reclamações, com produtos de grande qualidade, com rotas que chegam aos 120 a 150 pontos de entrega num intervalo de duas horas, é sem dúvida mérito das franquias da nossa rede. Cada unidade não poupa esforços, para que nada falhe nos diversos processos diários de cada operação. É um orgulho trabalhar com pessoas assim”, sublinha o fundador do conceito, Marco Pombo.

A plataforma PãoemCasa envolve uma loja online, um operador de gestão de pagamentos eletrónicos, um ERP para emissão de guias de transporte e toda a faturação. De acordo com Marco Pombo, “são os nossos automatismos, que vão desde as encomendas a fornecedores até às rotas de distribuição, etiquetagem, faturação ou mesmo a gestão dos pagamentos, que tornam um conceito eficiente, permitindo minimizar os custos operacionais a valores mínimos. Não basta ter clientes com elevada procura do serviço, para tudo correr bem. É preciso ser um conceito rentável para o franquiado e ao mesmo tempo, ter condições competitivas para os clientes. Este equilíbrio são os drivers para que o projeto seja sustentável.”

O serviço PãoemCasa entrega diariamente, na porta dos seus clientes, até às 8H da manhã, pão fresco e pastelaria numa caixa própria que faz lembrar as caixas do correio ou em saco próprio para o caso do cliente residir num apartamento. A encomenda é feita na internet, onde o cliente pode encomendar para todo o mês o seu pão preferido.

De acordo com a marca, os grandes desafios para os próximos meses passam pela “promoção do nosso conceito”: “estamos num sector em que não existe muita concorrência e por isso, temos de dar a conhecer o conceito”.

“O segundo desafio é sem dúvida melhorar os processos atuais. Acredito que qualidade é a diferença entre a realidade e a expectativa. Se um cliente vê a nossa página recheada de críticas positivas e comentários apreciativos, a sua expectativa passa a ser muito elevada. Logo temos de garantir que o serviço prestado é proporcional ou acima do que ele espera”, refere ainda o responsável pela marca.