KW Portugal

KW Portugal no Salão Imobiliário de Paris

A Keller Williams Portugal marcou presença na 5ª edição do Salão de Imobiliário e Turismo Português, que decorreu em Paris. A imobiliária pretendia captar investidores para o setor imobiliário em Portugal e contactou vários estrangeiros reformados ou à beira de reforma, na sua maioria franceses e suíços (cerca de 80% dos visitantes).

“Dos visitantes que a KW Portugal contactou, 80% eram estrangeiros reformados ou à beira da reforma – maioritariamente franceses e suíços – para investimento com benefícios fiscais prevendo mudar de residência para poder aproveitar esses benefícios. Por outro lado, 50% tinham intenção de vir a Portugal, 25% dos franceses pretendiam arrendar para conhecer o país antes de comprar e 20% eram portugueses emigrantes – reformados e jovens”, explica a rede imobiliária em comunicado.

“60% dos visitantes que estiveram com os nossos consultores procuravam apartamentos, sendo que também uma grande percentagem procurava moradias. Em termos de localização, verificamos que o Algarve (45%) e Lisboa/Cascais (45%) são as regiões que mais atraem os investidores”, revela Nuno Ascensão, Regional Owner da KW Portugal.

Para Nuno Ascensão, “estar presente neste salão foi estratégico para a atividade da nossa rede. O melhor serviço aos proprietários portugueses implica expor as suas propriedades ao maior número possível de potenciais compradores. Ao longo de 3 dias, recebemos no nosso stand mais de 500 visitantes, o que representa um crescimento de mais 50% face ao ano anterior”.

De acordo com dados da Câmara do Comércio e Indústria Franco-Portuguesa, cerca de 7500 franceses estão em Portugal com estatuto de residente não habitual, dos quais 5600 são reformados.

“Os investidores franceses encontram no nosso país excelentes negócios se comparado com Paris e outras cidades europeias. O valor do imobiliário, a distância encurtada por via aérea, o clima e a gastronomia são alguns dos fatores que fazem de Portugal um mercado apetecível”, acrescenta Nuno Ascensão.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui