Laranjinha

Laranjinha aposta no franchising

35 anos depois da sua fundação, a marca nacional Laranjinha iniciou a sua expansão em regime de franchising, com a abertura de uma primeira loja neste formato em Viseu. Com quatro lojas próprias e cerca de 70 colaboradores, a empresa terminou o ano de 2015 com uma faturação de 6 milhões de euros, um crescimento de 8% face a 2014 e que este ano, com a expansão, deverá ser ainda maior.

Ao Dinheiro Vivo Luís Figueiredo, CEO da marca, revelou que pretende terminar o ano de 2016 com uma faturação de 6,3 milhões de euros, dois terços dos quais deverão ser obtidos no mercado de exportação, onde a empresa marca presença em 25 países.

No que diz respeito ao franchising, uma das apostas poderá ser o mercado mexicano. “É um mercado que está já muito consolidado e onde podemos dar um salto significativo”, revelou à publicação. “O nosso design é muito adequado a mercados específicos, como os do Centro e Sul da Europa e da América Latina, mas que não funciona noutros. Como os do Norte da Europa. Estamos a tentar decidir se alteramos a nossa filosofia de produtos ou se a mantemos e procuramos mercados onde a coleção encaixe melhor”, sublinha.

Para já, uma das grandes aposta da marca será a nova loja online, um projeto que, segundo o Dinheiro Vivo, “conta com uma parceria com a Google em termos de investimento em marketing digital, já que a empresa decidiu manter fechados os principais mercados da marca, tais como Portugal, Espanha, Itália, Inglaterra e Estados Unidos, para não entrar em concorrência direta com os seus pontos de venda. A isso soma-se a nova linha de artigos de puericultura da marca, a Snug, que numa primeira fase deverá apenas chegar aos mercados internacionais.

(Visited 146 times, 1 visits today)