Lucros do Grupo DIA caem 3% no primeiro trimestre do ano

Lucros do Grupo DIA caem 3% no primeiro trimestre do ano

Os lucros do Grupo DIA sofreram uma quebra de 3% para 38,9 milhões de euros no primeiro trimestre de 2015. De acordo com a empresa, esta queda foi impulsionada pelo “aumento de despesas financeiras em [mercados] emergentes.”

Segundo o comunicado emitido esta semana pelo Grupo dono do Minipreço, o lucro líquido atribuído cresceu 163% até aos 27,2 milhões de euros “devido ao facto do primeiro trimestre de 2014 ter sido penalizado pela DIA França.”

As vendas sob insígnia chegaram aos 2497,5 milhões de euros no período em análise, mais 15,1% face ao período homólogo, o que segundo a empresa foi possível com o contributo dos países emergentes onde está presente, “Argentina, Brasil e China”, que “mostraram uma extraordinária evolução com um crescimento de vendas de 25,8% em moeda local, alcançado os 930,4 milhões de euros.” Já em Espanha, a evolução das vendas brutas sob insígnia foi de 12,5% para os 1375 milhões de euros.

Ricardo Currás, administrador-delegado do Grupo, refere que “estes resultados prometedores do grupo DIA são um bom ponto de partida para o ano de 2015.Acredito que com trabalho árduo, compromisso e eficiência, as nossas equipas continuarão a contribuir para um crescimento com rentabilidade sustentável ao longo deste ano.”

No final do primeiro trimestre, o grupo DIA tinha 7269 lojas, mais 782 que no ano anterior, das quais 4105 são próprias e 3164 são franquias.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui