Mercado brasileiro do franchising cresce 5,9% no 2º trimestre

Mercado brasileiro do franchising a crescer em 2019

O mercado de franchising registou um crescimento de 5,9% no 2º trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018. A receita passou de R$ 40,734 bilhões para R$ 43,122 bilhões. No semestre, o aumento foi de 6,4% (R$ 79,496 bilhões para R$ 84,586 bilhões). Já a receita acumulada nos últimos 12 meses teve um crescimento de 6,9%, passando de R$ 168,360 bilhões para R$ 179,933 bilhões. É o que mostra a Pesquisa Trimestral de Desempenho do Setor, desenvolvida pela ABF – Associação Brasileira de Franchising.

Este desempenho foi alavancado pela abertura de novas unidades, ações de ajuste, eficiência operacional e inovação que as redes vêm implementando nos últimos anos e aderência de franchising de serviços. O crescimento moderado reflete também uma baixa inflação, procura desaquecida e confiança oscilante por parte de empresários e consumidores, em grande parte relacionada à elevada taxa de desemprego e incertezas no período em relação ao andamento das reformas e outras medidas macroeconómicas.

“O segundo trimestre foi um período de muita expectativa e do início da revisão de algumas projeções para o ano. Com isso, os investidores e consumidores ficaram mais cautelosos, aguardando algumas definições importantes, como a aprovação da reforma da Previdência. De qualquer forma, os dados mostram que o setor de franchising manteve a sua trajetória gradativa de crescimento, grande parte em virtude dos seus fundamentos básicos, como trabalho em rede, ganhos em escala, marcas consolidadas, treinamento contínuo, dentre outros fatores”, afirma André Friedheim, presidente da ABF.

Conheça as restantes conclusões deste estudo no site da APF – Associação Portuguesa de Franchising. 

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui