Nova marca de franchising recupera tradição da entrega do pão em casa

Nova marca de franchising recupera tradição da entrega do pão em casa

Chama-se ‘Pão em Casa’ e pretende recuperar a tradição portuguesa de entregar pão em casa dos clientes. Com a internet como único canal de venda, o serviço entrega diariamente, em casa dos seus clientes, pão fresco até às 8h e agora vai expandir em regime de franchising.

“Idealizámos uma plataforma que pudesse ser simples e intuitiva para o cliente e ao mesmo tempo para o gestor da nossa unidade. Existem muitos automatismos a funcionar para criar processos muito eficientes. Quer as encomendas a fornecedores, as rotas de distribuição, etiquetagem, faturação, emissão de guias de transporte, pagamentos, tudo automático. Só assim conseguimos praticar os preços e o nível de serviço pretendido”, refere o diretor-geral da marca, Marco Pombo.

Ao aceder ao site do Pão em Casa, o cliente pode escolher o pão que existe na unidade que opera na sua zona, já que o produto é sempre produzido por parceiros locais. “Após efetuar uma encomenda para a semana ou mesmo todo o mês, o cliente é contactado por um operador para verificar alguns detalhes e a partir daí, receberá bem cedo a sua encomenda diária, colocada numa caixa exclusiva para o exterior da sua casa ou num saco especial se morar num apartamento. Ou seja, não existe interação entre a equipa do Pão em Casa e o cliente. No final do mês, o pagamento é efetuado também de forma eletrónica”, revela a empresa em comunicado.

A marca pretende agora expandir em regime de franchising e até ao final do ano planeia ter as primeiras dez unidades a funcionar em pleno, tendo já oito contratos de franquia fechados.

“Estamos continuadamente a aprender e a melhorar a plataforma com a experiência e sugestões dos nossos parceiros, nas operações que já estão a funcionar. Estamos a finalizar vários projetos e acreditamos que no final, os nossos franquiados, os nossos fornecedores e acima de tudo, os nossos clientes, ficarão muito agradados com a nossa marca”, acrescenta Marco Pombo.