O Pop Cereal Café deu nova vida ao Bairro Alto e os seus fundadores querem replicar o conceito de sucesso noutras zonas do país.

O café dos cereais

O Pop Cereal Café deu nova vida ao Bairro Alto e os seus fundadores querem replicar o conceito de sucesso noutras zonas do país.

Quem passa pelas ruas estreitas do boémio Bairro Alto, em Lisboa, espera encontrar bares, restaurantes e algumas lojas de autor. No entanto, em 2016, quem passava pela Rua do Norte teve uma surpresa – por entre as ruas do bairro de diversão noturna surgiu um conceito inovador, colorido e guloso chamado Pop Cereal, um café especializado em cereais.

A ideia surgiu após uma viagem pela Europa de três amigos com percursos académicos e profissionais muito diferentes – Tiago Silva, formado em Gestão com especialização em Vendas e com larga experiência na área financeira e de vendas; Marco Silva, também formado em Gestão, mas com especialização em Gestão de Recursos Humanos e experiência profissional como consultor sénior; e Filipe Vicente, licenciado em Engenharia Mecânica com especialização em termodinâmica e fluídos, e experiência profissional na mesma área.

“A Pop Cereal propõe elevar a forma como comemos cereais, transformando-a numa explosão de sabores com combinações infinitas. No Pop Cereal Café a abordagem é transversal a todos, o que permite conciliar a experiência única de consumo com um ambiente descontraído e familiar”, explica o co-fundador Filipe Vicente.

Com mais de cem tipos de cereais (nacionais e internacionais), toppings, bolachas, gomas e doces, assim como opções mais leves e saudáveis, disponíveis a qualquer hora do dia, este café prima pelo seu ambiente divertido e “pop”.

Apesar de neste momento deterem apenas uma unidade própria, os fundadores da Pop Cereal tinham planos para abrir novas lojas desde o início da marca, só que não necessariamente em franchising. “Face às crescentes solicitações para a possibilidade de franchisar a marca, tanto nacional como internacionalmente, foi repensada a estratégia de expansão e decidido incluir o modelo de franchising. Desta forma, acreditamos estarem criadas as condições e reunidos os meios para uma expansão sustentada e com elevados níveis de rentabilidade, com um reduzido investimento. Através do modelo de franchising, iremos juntar sinergias com os nossos parceiros, o que nos permitirá criar economia de escala, fortalecer a presença da marca no mercado e consolidá-la como marca de referência”, diz Filipe Vicente.

Retorno em 13 meses

Com a meta de chegar primeiro aos grandes centros urbanos, a Pop Cereal espera abrir duas unidades em regime de franchising em 2018, bem como mais uma unidade própria, que se irá juntar à loja-piloto do Bairro Alto. “O nosso objetivo assenta na criação duma relação de parceria entre franchisador e franchisado, através do qual os franchisados conduzem o seu negócio de uma forma standardizada mas independente, utilizando uma marca comum e beneficiando de um conjunto de vantagens resultantes da rede de espaços e interação entre parceiros.”

Para além de um processo de formação contínuo e de apoio na procura de soluções de financiamento, os franchisadores também garantem um investimento reduzido num negócio que dizem ser de “alta rentabilidade”.

Assim, para abrir o seu próprio Pop Cereal Café, os potenciais interessados terão que investir 30 mil euros, que já incluem 10 mil euros de direitos de entrada, bem como pagar uma taxa de publicidade de 2% do volume de negócios mensal e royalties de 4%. “Os resultados provisionais fixam-se nos 160 mil euros de faturação no ano de arranque, com um crescimento expectável de pelo menos 8% nos anos subsequentes”, garante Filipe Vicente, acrescentando que o retorno previsível do investimento deverá ter lugar em 13 meses.

Ainda assim, a marca afirma procurar apenas mais do que um investidor: “Mais que um investidor, procuramos um parceiro que perceba a Pop Cereal como marca forte e de referência, cujo enorme potencial de crescimento tem sido comprovado desde a sua criação”, resume o co-fundador.

Franchising em fase inicial

Marca: Pop Cereal

Atividade: restauração

Investimento inicial: €30.000

Royalties: 4%

Taxa de publicidade: 2%

Área média de loja: 75m2