Pizza com pronúncia do norte - Presto Pizza

Pizza com pronúncia do norte – Presto Pizza

Nasceu no norte de Portugal, traz consigo o sabor a Itália, mas agora quer expandir-se por terras lusas, com destaque para as capitais de distrito portuguesas. A Presto Pizza surgiu em 2001 como um pequeno espaço de entregas ao domicílio e take away, situado em Matosinhos. Espaço este que, mais tarde, foi transformado num restaurante, ao qual se juntaram mais seis unidades da marca (cinco próprias e uma franchisada), todas na zona do Grande Porto. A decisão de expandir a rede em regime de franchising é recente e a primeira unidade franchisada da marca vai abrir em meados de julho, no Amial, Porto.

“A Presto Pizza está a iniciar um processo de maior dinamismo, que decorre sobretudo das solicitações dos nossos clientes e parceiros de negócio, que gostariam de ver a Presto Pizza presente nas principais capitais de distrito de Portugal”, explica Nuno Maya, gestor de franchising da marca. Até ao final do ano, estão já previstas duas outras aberturas, mas o objetivo para 2016 é mesmo atingir um crescimento sustentado, de preferência com cinco novas unidades inauguradas. Uma estratégia que o gestor de franchising da Presto Pizza diz assentar numa “seleção criteriosa de localização e parceiros de negócio”.

Artesanal e italiana

O conceito da Presto Pizza é oferecer ao cliente o melhor sabor de Itália através de uma autêntica pizza artesanal italiana: as receitas foram trazidas para Portugal por um chefe italiano e a massa é feita com a melhor farinha e azeite virgem, resultando numa base fina e estaladiça. O objetivo de expansão da rede é fazer chegar este sabor italiano aos centros históricos e turísticos das cidades mais emblemáticas do país, sendo que cada franchisado vai investir inicialmente uma soma entre os 550 e os 1000 euros por metro quadrado (cerca de 80 mil a 100 mil euros) para abrir a sua unidade Presto Pizza, consoante opte apenas por um take away ou por um restaurante com sala de refeições.

Os royalties são de 5% sobre as vendas líquidas (sem IVA) e a rede de pizzarias não cobra taxas de publicidade. Ao franchisado, a marca oferece “a partilha do nosso know how e parceiros em toda a fase de projeto e implementação, assim como as ações de formação contínua no período pré e pós abertura”, salienta Nuno Maya.

Segundo o gestor de franchising, o retorno do investimento poderá ser obtido 30 a 48 meses depois da abertura do restaurante para uma faturação média líquida que se espera que ronde os 300 mil euros por ano. Quanto ao perfil de franchisado procurado pela Presto Pizza, o gestor de franchising admite que procura pessoas empreendedoras, com capacidade de motivação, liderança e organização, bem como “disponibilidade para um projeto que exige um forte envolvimento pessoal”.

Franchising em fase inicial

Marca: Presto Pizza

Atividade: restauração

Investimento inicial: €80.000 a €100.000

Royalties: 5%

Taxa de publicidade: não há

Área média de loja: 100m2

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui