Remax Collection: vendas crescem 42% e apartamentos lideram como a tipologia mais procurada

Remax Collection: vendas crescem 42% e apartamentos lideram como a tipologia mais procurada

A Remax Collection terminou o ano de 2017 com um crescimento nas vendas de cerca de 42% e com um aumento no volume de negócios de 47%. Em comunicado, a marca refere que “foi a imobiliária a operar no segmento de luxo com maior crescimento”.

Os apartamentos foram a tipologia de imóvel preferida pelos investidores, arrecadando 72% do volume de transações no segmento premium da marca, com os imóveis de três a quatro assoalhadas a assumirem-se como aqueles que registaram maior procura ao longo do ano.

Já as moradias, que em 2017 representaram cerca de 17% do volume de transações da marca e 22% do volume de negócios total, viram a sua procura aumentar em 5% nos imóveis de cinco assoalhadas, em detrimento das habitações mais pequenas.

De acordo com a Remax Collection, os portugueses são os seus principais clientes, com 62% do total de transações registadas ao longo de todo o ano de 2017, seguidos dos brasileiros e chineses, com 9% e 5%, respetivamente.

Beatriz Rubio, CEO da Remax, sublinha que estes “são resultados que nos deixam duplamente orgulhosos, quer porque este crescimento reforça a convicção da recuperação do poder de compra em Portugal, quer porque consolida inequivocamente a nossa liderança neste segmento. Não obstante o crescente interesse pelo nosso país, a verdade é que são os portugueses quem mais investe em imóveis com estas características, o que é um indicador de sustentabilidade e reduz o risco de volatilidades inerentes à imagem externa do país.”

Importa referir que a maior fatia do mercado da Remax Collection centrou-se, ao longo do ano, no distrito de Lisboa, responsável pela transação de 87% cerca de 3%.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui

(Visited 91 times, 1 visits today)