Remax transaciona 20 mil imóveis em 2013

Remax transaciona 20 mil imóveis em 2013

A Remax Portugal fechou o ano de 2013 com cerca de 20 mil imóveis transacionados, elevando para 107 454 o volume de transações efetuadas nos últimos quatro anos. A empresa registou vendas de 1 100 milhões de euros, um crescimento de 30% em relação à faturação de 2012.

Dos cerca de 20 000 imóveis transacionados pela rede, 43,8% foram no âmbito de contratos de compra e venda, o que representa um crescimento de 26% face a 2012. O arrendamento registou uma subida de 8% face ao ano anterior. Cerca de 1 100 imóveis do total das transações dizem respeito a imóveis da banca.

“Fechámos o ano de 2013 com valores bastante positivos numa conjuntura económica tão adversa. Fizemos de 2013 o segundo melhor ano de sempre da Remax, devido ao emprenho da nossa rede de franchisados. Em termos de tendências, verifica-se que a compra de imóveis já começa novamente a ganhar força”, sublinha Beatriz Rubio, CEO da Remax Portugal.

Foi em Lisboa que a Remax realizou o maior número de transações (cerca de 27% do total), seguida de Sintra (6%) e Cascais (5%). O Algarve representou 7% e Braga e Porto representaram, conjuntamente, cerca de 6% do total de transações.

A venda de apartamentos representa 63% dos imóveis vendidos. A tipologia T2 representou cerca de 40% do total de transações realizadas pela Remax o ano passado, seguido da T3 (33%), T1 com 16% e T4 com 7% do total.