72% dos portugueses acreditam que trabalhar em casa ajuda a eliminar o stress

Para 72% dos portugueses, o teletrabalho ajuda a eliminar o stress e a melhorar o desempenho profissional. A conclusão é do mais recente estudo da Regus que inquiriu 22 000 colaboradores em mais de 100 países em todo o mundo sobre o seu ambiente de trabalho.

De acordo com os resultados, os níveis de stress no trabalho nunca foram tão elevados, com cerca de 53% dos trabalhadores globais a sentir-se mais próximo de um burnout do que há cinco anos atrás. “Os principais gatilhos de stress no trabalho são a falta de exercício, Tecnologias de Informação pouco fiáveis e sensação de escassez de pessoal”, indica o estudo.

Na procura de formas para reduzir o stress, muitos dos profissionais inquiridos acreditam que uma forma de aliviar a tensão associada aos empregos exigentes é uma pausa do escritório principal. Uma maioria significativa dos entrevistados globais (74%) encontrou na mudança de ambiente, como trabalhar a partir de outro local, uma forma reduzir o stress.

Os portugueses entrevistados, por sua vez, também acreditam que os trabalhadores flexíveis são mais produtivos que os que estão habitualmente no escritório (71%). Na opinião dos profissionais portugueses, a mudança de localização do trabalho consoante as necessidades ajuda a melhorar o trabalho (71%).

“Em termos globais, ter a liberdade de trabalhar longe do escritório principal de tempos a tempos é agora visto como um fator fundamental para alcançar um bom equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal, com 60% dos inquiridos a considerarem que os colaboradores flexíveis estão em melhor situação. Da mesma forma, os freelancers também tendem a ser mais tranquilos, de acordo com o mesmo estudo, com 55% dos profissionais a afirmar que, com a liberdade de mudar de localização e a definir o seu próprio horário, são menos stressados do que a maioria dos típicos colaboradores”, revela do estudo da Regus.

Jorge Valdeira, Country Manager da Regus Portugal, explica que “enquanto os níveis de stress estão a crescer no local de trabalho, como resultado de uma combinação de fatores que incluem os profissionais sentirem-se colocados atrás de uma secretária e subaproveitados, os colaboradores de todo o mundo concordam que o trabalho flexível fornece uma saída útil.”