92% das empresas portuguesas ainda não têm um programa de inovação

92% das empresas nacionais ainda não possuem um programa de inovação. A conclusão é da nova edição do Claranet Research Report, que revela o estado da inovação das empresas em seis países europeus.

O relatório mostra que os departamentos de TI das empresas portuguesas são os mais pressionados da Europa e que dedicam apenas nove minutos por dia à inovação.

Segundo consta no relatório, os responsáveis tecnológicos europeus começam a enfrentar um ambiente cada vez mais complexo. “Os departamentos de TI veem-se obrigados a manter o seu papel tradicional na resolução de incidentes e, ao mesmo tempo, impulsionar a inovação nas suas empresas. Uma inovação que deve estimular o êxito comercial e a diferenciação no mercado, mas que encontra o obstáculo de se tratar de um contexto profissional em rápida mudança”, indica.

Ao entrevistar cerca de 900 responsáveis de TI europeus, o Claranet Research Report mostra em que países se investe mais tempo em inovação, qual o nível de conhecimento que as empresas têm sobre o papel dos seus departamentos de TI e como aumentaram os seus orçamentos no último ano.

Os resultados mostram também que 74% das empresas portuguesas contam já com uma estratégia digital e que 62% dos responsáveis de TI nacionais entrevistados olham para os fornecedores de serviços de TI como os impulsionadores da implementação de soluções inovadoras no futuro.

Aceda ao estudo completo.

 

> Gostou deste artigo? Se pretende ler mais artigos sobre franchising, subscreva a nossa newsletter aqui.