AGAP: ginásios “esmagados” com IVA a 23%

“É incomportável continuar a ter IVA a 23% e, tal como está a acontecer com a restauração, o desemprego continuar a subir, a faturação a descer e os espaços a fechar”, sublinha aquela associação em comunicado.

“Os restaurantes fecham aos olhos de toda a gente”, diz o presidente da AGAPO, José Júlio Castro, acrescentando que “o mesmo sucede com os ginásios e o nosso apelo é que se implementem medidas concretas e eficazes de combate ao encerramento de tantos ginásios e à queda brutal da faturação do setor”.

Estas preocupações vão ser alvo de debate durante o 5.º Encontro Nacional que a AGAP já agendou para dias 28 e 29 de setembro no Lagoas Park, em Oeiras. 

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui

(Visited 22 times, 1 visits today)