Cadaval quer criar “rede de negócios” no concelho

De acordo com a Câmara Municipal do Cadaval, o protocolo agora firmado faz parte da estratégia do município para estabelecer parcerias que visem a criação de uma “rede de negócios no concelho, nomeadamente desenvolvendo programas de incubação de empresas e empreendedorismo”.

“O município tem também por base, nesta parceria, a sua incumbência de desenvolvimento de atividades que promovam e incentivem a captação de investimento e a consequente criação de emprego. Já a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) justifica este acordo com o facto de possuir um Departamento de Empreendedorismo e Economia Social que promove, apoia e divulga a criação e o desenvolvimento de iniciativas de empreendedorismo e economia social”, explica o município.

Foi precisamente através desse departamento que, em 2013, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, criou o Banco de Inovação Social, um órgão que tem como missão estabelecer parcerias com diversas entidades públicas e privadas para promover o empreendedorismo e inovação sociais e, consequentemente, a economia social.

Agora, com este acordo, o Município do Cadaval irá colaborar nas atividades que a SCML venha a desenvolver no âmbito da incubação de empresas, em particular prestando apoio na formação às empresas/empreendedores que se venham a instalar nos espaços para incubação.

Para além disso, irá ceder espaços físicos adequados ao desenvolvimento das áreas de colaboração acordadas, no âmbito do Banco de Inovação Social.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui