Cinco pontos em que deve pensar antes de abrir uma franquia

O setor do franchising continua em crescimento a nível global, e numa altura de crise, o modelo de negócio acaba por ser opção para muitos desempregados que querem voltar a entrar no mercado de trabalho. Contudo, de acordo com o Pequenas Empresas & Grandes Negócios, no meio da vontade de ter um negócio próprio, surgem às vezes problemas não antecipados pelos franchisados.

Os especialistas em franquias Diego Simioni, sócio-fundador da Goakira, e Lyana Bittencourt, do Grupo Bittencourt, explicam à publicação brasileira que na hora de investir numa marca em franchising existem cinco pontos essenciais que devem ser tidos em conta.

1.       Território

É importante que as unidades de uma mesma rede não estejam demasiado próximas, explicam os especialistas. A proximidade de um negócio igual, ou semelhante, pode prejudicar a sua empresa e a do outro franchisado. É por isso que muitas marcas de franchising acabam por propor ao franchisado de uma unidade de uma região que seja dono de outras na mesma região em casos de expansão.

2.       Capital

Abrir um negócio em franchising implica o investimento de um valor inicial que muitas vezes não é negociável. Assim, se tem apenas 200 mil euros para investir, não procure negócios que implicam um investimento de 500 mil euros.

3.       Remodelações

Um custo muitas vezes esquecido é da remodelação, renovação ou modernização de um espaço. “É importante saber sujo do franchisador se o valor inicial pedido inclui eventuais obras necessárias no espaço da sua loja. As obras podem ser uma caixa de surpresas”, indicam os especialistas à publicação.

4.       Royalties e outras despesas

Na escolha de uma marca, muitos novos empresários iludem-se com marcas que não cobram royalties. Para os especialistas, “é importante ter cuidados com estas, já que esse valor, muitas vezes, está agregado aos custos dos produtos.” Certifique-se de todas as taxas que lhe serão cobradas.

5.       Ponto comercial

Tenha atenção ao contrato do local do seu ponto comercial. “Muitos franchisados têm, problemas porque não têm noção do prazo da renovação contratual. Negocie as cláusulas do contrato”, explicam.

 

> Gostou deste artigo? Se pretende ler mais artigos sobre franchising, subscreva a nossa newsletter aqui.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui