Clientes de ginásios crescem 19% em 2014

O número de clientes dos ginásios cresceu 19% em 2014 face ao ano anterior, segundo os dados de um novo Barómetro da Associação dos Ginásios de Portugal (AGAP) agora divulgados. Este estudo realizado em Portugal incidiu sobre 395 marcas, representando 477 instalações.

O número de membros cresceu de 236 811 em 2013 para 280 866 em 2014 nesta amostra, sendo que no ano passado 225 mil pessoas se inscreveram num ginásio e 149 mil abandonaram, o que dá um saldo positivo de 77 873 membros.

Quanto a dados financeiros, o estudo indica que 80% dos ginásios fatura menos de 25 mil euros por mês e que 40% aumentou a faturação (37% em 2013), enquanto 32% manteve e 28% baixou as vendas. O preço médio é de 35 euros e, segundo esta amostra, 589 pessoas frequentam cada ginásio do estudo.

A grande maioria frequenta ginásios pequenos (44%) ou médios (22%) e apenas 11% os grandes espaços. A quota de mercado dos dez maiores operadores está estimada um pouco acima dos 25%, apesar de representarem menos de 8% do número total de instalações.

Para o presidente da AGAP, José Júlio Castro, este estudo mostra que “o sector tem vindo a crescer solidamente, após a crise gerada pelo brutal aumento do IVA e das difíceis condições económicas e sociais que o país atravessa. Além disso, denota também a cada vez maior preocupação dos portugueses em fazerem exercício físico com acompanhamento.”