Comércio internacional é oportunidade em época de crise

A Câmara de Comércio Internacional (CCI) anunciou uma série de recomendações para o comércio mundial, com o objetivo de estimular a economia global e contribuir para desbloquear o impasse em que se encontravam, há 11 anos, as negociações multilaterais. 

A Business World Trade Agenda apela aos governos, para que, entre outras medidas, concluam um acordo autónomo para facilitação do comércio, avancem o processo multilateral no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC), concluam o processo multilateral no âmbito da OMC, liberalizem o comércio de serviços, eliminem as barreiras ao comércio de produtos de tecnologia de informação e serviços e ainda, que trabalhem para um quadro multilateral de investimento internacional.

“Resolver o atual impasse é uma prioridade para o comércio global. O comércio e o investimento internacionais são os motores do crescimento económico e da criação de emprego, que irão definitivamente retirar a economia global da recessão,” diz o presidente honorário da CCI, Victor K Fung. “É crucial que os governos trabalhem agora para encontrar uma solução que desencadeie os benefícios do comércio e investimento.

A CCI recorda que tem liderado a comunidade global de empresas com iniciativas – incluindo a ICC “Business World Trade Agenda” e o “ICC G20 Advisory Group” – que promove o diálogo entre empresas e governos, numa medida que permita estabelecer políticas práticas para o comércio aberto e o investimento. A OMC apoia a agenda da CCI e o comércio global vai continuar a trazer contributos aos governos com vista ao próximo encontro ministerial da OMC, em Bali, Indonésia, em dezembro de 2013.

O comércio está numa posição privilegiada para sugerir formas inovadoras de superar obstáculos nas negociações em curso,” defende o presidente da CCI, Gerard Worms. “O potencial impacto das conversações falhadas sobre o comércio e a criação de emprego levou-nos a tomar medidas. Sem um sistema multilateral mais forte, o comércio vai enfrentar um ambiente ainda mais difícil para os negócios e investimento”.

Com este apelo a CCI “está a mobilizar o mercado internacional, representando as pequenas, médias e grandes empresas que produzem bens e serviços comercializados diariamente por todo o Mundo, para definir uma agenda multilateral prática e virada para o futuro”, refere uma nota de divulgação emitida pela Câmara de Comércio Internacional Portugal.

Este ano, o comércio global tem caído significativamente e os volumes não têm expetativas de ascender sem se reestruturarem as negociações multilaterais de comércio, explica a CCI Portugal. O declínio do comércio mundial tem sido, segundo a mesma organização “prejudicado pela escassez do financiamento e pela ameaçado protecionismo”.

Estas recomendações iniciais foram lançadas no World Business Leaders Conference, em Pequim, e irão culminar no World Business Summit, organizado pela Câmara de Comércio e Indústria do Qatar, em abril do próximo ano. A esta iniciativa seguir-se-á o 8º Congresso da Federação de Câmaras da CCI.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui

(Visited 11 times, 1 visits today)