Como escrever emails que os seus clientes querem ler

Como escrever emails que os seus clientes querem ler

Os clientes abrem apenas um quarto dos emails que recebem de empresas, de acordo com um estudo da Experian. E se não for um email a falar de descontos ou informação sobre algum serviço do qual já usufruam, apenas um em cada quatro clientes abre o email. Matt Heinz, President da Heinz Marketing, diz num artigo publicado na Customer Experience Insight que existem, no entanto, algumas formas de tornar os emails mais interessantes e relevantes para o cliente. Conheça-as.

Seja curto e conciso no assunto

O assunto de um email não é espaço indicado para vender uma ideia ou produto. O objetivo é escrever algo que faça o cliente abrir o email.

Gere curiosidade

Tente despertar a curiosidade do leitor, escrevendo algo que o faça pensar ‘Isto é interessante. Consegue contar-me mais?’

Pense na relação que tem com o cliente para quem envia o email

Quanto mais curta for a relação com o cliente para quem está a comunicar, mais curto deverá ser o email. Com um cliente recentemente angariado, partilhe apenas ideias curtas.

Não obrigue o leitor a manter a mão no ‘rato’

Idealmente, o leitor não deve ter que fazer mais do que um scroll para conseguir visualizar todo o email. Crie links dentro do email para dar acesso a informação mais detalhada.

Esqueça os parágrafos longos

Não escreva parágrafos muito longos. Se escrever parágrafos com mais do que três ou quatro frases certamente perderá o seu leitor.

Teste

Antes de carregar no botão ‘Enviar’, partilhe com alguém e teste a reação. O que está a partilhar deverá ser irresistível.