ECCO quer inaugurar 14 lojas em Portugal até 2017

A multinacional ECCO anunciou esta semana um plano de expansão para o mercado nacional que traça como meta a abertura de um total de 14 lojas até 2017, quatro das quais já este ano.

A marca dinamarquesa de calçado, que possui uma unidade de produção em Santa Maria da Feira, abriu esta semana duas lojas no país, uma no Cascais Shopping e outra no Freeport, mas até ao final do ano a marca de calçado e acessórios deverá contar também com uma loja na  Rua de Santa Catarina, no Porto.

“Este processo de expansão em nome próprio acrescenta-se aos quatro pontos de venda nacionais já existentes em regime de franchising, assinalando o plano de investimento em Portugal proposto pela ECCO até 2020”, justifica a empresa.

Após o encerramento da unidade de produção de calçado em Portugal, em 2009, que a empresa explica ter sido consequência da “forte concorrência asiática” e da “atribulada conjuntura internacional”, a marca voltou a investir no mercado português, com a reabertura e renovação da fábrica a Norte do país, estratégia que implicou um investimento de 20 milhões de euros.

“Tomámos a decisão de avançar para o sul da Europa”, explica Johannes Quandt, Retail Operation Manager para a Alemanha Ocidental e Portugal da ECCO, acrescentando que essa decisão se deve “à crescente importância deste mercado no retail, com tendência crescente e que, por isso mesmo, trará o retorno necessário ao investimento feito até aqui. O nosso objetivo é tornarmo-nos na maior produtora de calçado do mundo.”

A ECCO entrou em Portugal em 1984. Com uma produção que atualmente funciona  no país durante 24 horas, com três turnos, e emprega 1169 trabalhadores, a marca está presente em 50 países e em 2014 vendeu 20 milhões de pares fabricados nas suas fábricas da Indonésia, China, Tailândia, Eslováquia e Portugal.