Governo lança programa de 2 milhões para apoiar criação de autoemprego

O Governo vai lançar ainda este mês um programa para apoiar a criação de autoemprego por parte de desempregados. De acordo com o ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares, a iniciativa começa com cerca de dois milhões de euros.

“Vamos lançar já este mês um conjunto de apoios para que entidades como câmaras municipais, juntas de freguesia e instituições sociais possam ajudar à criação do autoemprego e possam dar formação e acompanhamento a jovens e menos jovens que se querem lançar na sua própria oportunidade, criar o seu próprio emprego ou microempresa”, revelou Pedro Mota Soares à margem de uma conferência realizada na Universidade Católica de Lisboa.

Segundo o ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, serão elegíveis para estes novos apoios todas as pessoas que estão desempregadas e que tenham uma ideia de negócios que lhes permita criarem o seu próprio emprego.

O objetivo do Executivo é ter “cerca de 1500 projetos a correr”, segundo Mota Soares, que revelou ainda que o programa Garantia Jovem, que apoia jovens com menos de 30 anos que não trabalham, não estudam e não estão a receber qualquer formação, já abrangeu 260 mil pessoas, devendo atingir até ao final do ano cerca de 375 mil beneficiários.

Em relação a este programa, o ministro indicou ainda que implica um investimento de 1300 milhões de euros e que há “ainda muito que fazer”, sendo importante “ter consciência dos erros que foram cometidos no passado” para que haja “um rumo garantido, sólido, sustentado para o futuro e para que Portugal se mantenha sempre soberano”.

(Visited 27 times, 1 visits today)