Houve mais empresas a fechar portas nos primeiros dois meses do ano

Janeiro e fevereiro de 2015 foram marcados por um aumento no número de empresas portuguesas que declararam insolvência. De acordo com a Ignios, face aos mesmos meses de 2014, houve mais 60 empresas a fechar portas, num total de 1432, um aumento homólogo de 4,4%.

De acordo com os dados divulgados, a maioria dos encerramentos nestes dois meses deveu-se aos setores ‘Transportes’, ‘Comércio a Retalho’, ‘Comércio por Grosso’, ‘Restauração’, ‘Construção’ e ‘Atividades Imobiliárias’.

Já por distritos, Braga liderou o número de declarações de insolvência, seguido de Aveiro, Setúbal, Faro, Coimbra, Évora e Viana do Castelo. Por outro lado, Lisboa, Porto e Faro observaram quedas no número de insolvências face ao mesmo período de 2014.

Em janeiro e fevereiro de 2015 foram constituídas 7873 novas empresas em Portugal, um aumento de 6,4% face ao período homólogo que mostra existem cada vez mais pessoas a apostar no empreendedorismo no país. Na criação de empresas, Aveiro, Braga, Setúbal e Leiria foram os distritos que lideraram.