Internacionalizar é aposta fundamental para as PME

A AERLIS, Associação Empresarial da Região de Lisboa, vai realizar durante este ano seis missões empresariais, apostando em mercados emergentes. O objetivo é apoiar as empresas que pretendam abordar novos mercados, procurar novos parceiros comerciais, aumentar as suas exportações ou implementar-se no exterior.

/images/textoimagens/fullsize/4120.jpg A AERLIS, Associação Empresarial da Região de Lisboa, vai realizar durante este ano seis missões empresariais, apostando em mercados emergentes. O objetivo é apoiar as empresas que pretendam abordar novos mercados, procurar novos parceiros comerciais, aumentar as suas exportações ou implementar-se no exterior.
As pequenas empresas sem experiência em internacionalização defrontam-se, muitas vezes, com a possibilidade de encontrar novos mercados, mas esse é um passo que receiam dar. Ou por falta de meios ou por desconhecimento de como se deve desenrolar um processo de internacionalização. “É aqui que as missões empresariais, organizadas pela AERLIS, surgem como uma alternativa importante”, sublinha a associação em comunicado.
Tudo começa pela seleção das empresas que vão integrar a missão, segue-se depois o diagnóstico dessas empresas, identificando potenciais parceiros locais no país de destino. Desta forma, quando chegam ao terreno, acompanhados por um técnico da AERLIS, o grupo de empresários portugueses tem reuniões agendadas com empresas locais, para além de contactos com instituições que operam no terreno como entidades oficiais, escritórios de advogados, instituições financeiras e a delegação da AICEP.
O seminário sobre oportunidades de negócio no Brasil será realizado no dia 3 de abril, na sede da AERLIS em Oeiras. A primeira missão empresarial será a Moçambique, entre os dias 22 e 29 de abril, seguem-se Brasil (de 26 de maio a 2 de junho), Rússia (de 1 a 6 de junho), Cabo Verde (de 23 a 28 de setembro), Macau e Cantão (de 16 a 25 de outubro) e Índia (de 11 a 18 de novembro). 
(Visited 12 times, 1 visits today)