Linha de seguro de créditos à exportação para países fora da OCDE renovada até 2015

A Linha de Seguro de Créditos à Exportação para países fora da OCDE foi renovada para o biénio 2014-2015. Esta linha foi criada pelo Estado português em 2008 no âmbito das medidas destinadas a minimizar os efeitos da crise económica e financeira.

Desde o lançamento desta linha, já foram apoiadas pelo seguro 556 empresas, das quais 74% são PME que exportam para 93 mercados, num total de 973 milhões de euros e com vendas de 2 960 milhões de euros.

Em 2013, ano em que se registou um máximo de procura nesta linha, o valor ascendeu a 255,3 milhões de euros e foram potenciadas vendas num montante global de 785,5 milhões de euros. Os mercados mais procurados foram Angola, Venezuela, Moçambique, Marrocos, Cabo Verde e Brasil e os setores de atividade incluíram bens alimentares e bebidas, materiais elétricos e de construção, papel, produtos farmacêuticos e informáticos.

São elegíveis para cobertura todos os mercados, com exceção dos países da União Europeia e Austrália, Canadá, Estados Unidos da América, Islândia, Japão, Noruega, Nova Zelândia e Suíça.

Na renovação que vigorará em 2014-2015, são mantidas as mesmas condições de apoio já definidas que permitem a cobertura de operações de exportação de um mínimo de 20 mil euros, quer sejam operações individualizadas de exportação, quer se trate de um programa anual de fornecimentos, com um período máximo de pagamento até dois anos e uma percentagem de cobertura de 98%.