Países emergentes preocupam Coface

A financeira Coface diz-se otimista com os riscos de negócio nos Estados Unidos da América e preocupada com os riscos dos países emergentes como Brasil e Tailândia.

De acordo com o comunicado divulgado pela empresa, nos Estados Unidos da América o crescimento e a confiança dos empresários estão a regressar. “De um modo geral, as economias avançadas estão a melhorar depois de dois anos de recessão, a Zona Euro irá registar um crescimento modesto, mas positivo, em 2014 (+1%).No âmbito da União Económica e Monetária, espera-se que a Alemanha apresente uma recuperação de cerca de 1,8%. A França vai registar um crescimento lento (0,6%) e o fim da recessão está à vista para a Espanha e Itália.”

 Neste sentido, a Coface reviu as avaliações de risco país para o Brasil e a Tailândia: o Brasil foi colocado no nível A3 sob vigilância negativa, devido a problemas estruturais e a Tailândia também foi colocada no nível A3 colocado sob vigilância negativa, devido ao aumento do endividamento das famílias.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui