Pampelido: distribuição de produtos de charcutaria tradicional

Com quase seis décadas de implantação no mercado, a Pampelido decidiu agora apostar no franchising como forma de crescer e alargar a sua área de influência. A marca de produtos de charcutaria tradicional está à procura de parceiros para a criar uma rede de distribuição, mas recusa a massificação.

A marca Pampelido data de 1953 e foi fundada por Fernando Santos, pai dos atuais administradores Rui e Pedro Santos, em Lavra, Matosinhos. Estes decidiram integrar a marca no seio do grupo Onebiz “e assim levar o negócio familiar a um novo patamar”, explicou Rui Santos.

Tratando-se de produtos de qualidade, com valor acrescentado e de produção limitada, não pretendemos enveredar pela massificação, ou seja, não queremos entrar no mercado da grande distribuição. É nossa intenção aliar a qualidade e a tradição dos nossos produtos a uma nova forma de distribuição de produtos de charcutaria”, explica Rui Santos. E adianta: a rede de distribuição será suportada “numa lógica um parceiro/um negócio em que cada franchisado terá um veículo decorado com os logótipos da marca e cuja clientela terá uma implantação local, desde restaurantes, lojas #gourmet#, etc.”.

Com uma unidade própria e um franchisado na área do grande Porto, parceria que arrancou em maio, a Pampelido pretende fechar o ano com uma rede de três parceiros franchisados. “O objetivo da marca é crescer a um ritmo de três unidades novas por ano e estar presente em todas as cidades do território nacional”, diz Rui Santos.

 

Negócio sobre rodas

O investimento inicial inclui todo o material informático e respetivos #softwares# necessários para o desenvolvimento da atividade, material publicitário e formação nas áreas comercial, de marketing e gestão de negócio. “O franchisado terá, também, de ter uma viatura com caixa refrigerada para desenvolver o negócio e que, apesar de não estar incluída no #package# de franchising, a Pampelido dispõe de parcerias com duas marcas automóveis o que permite ao novo parceiro ter condições muito vantajosas na aquisição da mesma”, acrescenta o administrador. 

O #break even# do negócio, assegura, “irá acontecer nos primeiros meses de atividade” de cada novo parceiro, atendendo a que o investimento inicial “é muito baixo”.

E qual é o perfil do empreendedor que a marca procura? Pessoas com capacidades comerciais, refere o responsável da Pampelido, mas acrescenta: “Estamos também abertos a outros promotores tendo em conta que não se trata de um franchising de serviços mas de produtos”.

 

Parceria: franchising em fase inicial

Atividade: charcutaria #gourmet#

Investimento inicial (inclui direito de entrada): €5 000

#Royalties#: não tem

Taxa de publicidade: não tem

Área de loja: não aplicável

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui

(Visited 198 times, 1 visits today)