Pingo Doce vai abrir 50 lojas em franchising nos próximos 5 anos

Pingo Doce vai abrir 50 lojas em franchising nos próximos 5 anos

Todo o crescimento em número de lojas do Pingo Doce fora da zona do Grande Porto e Lisboa será em regime de franchising, indica Pedro Soares dos Santos, presidente do Conselho de Administração da Jerónimo Martins, numa previsão de abertura de 50 lojas nos próximos cinco anos.

O responsável avançou a informação em conferência de imprensa na inauguração do novo centro de distribuição do grupo em Algoz, no Algarve. De acordo com Pedro Soares dos Santos “o contrato não é um modelo franchisado puro, porque não existirá o pagamento de royalties na utilização da marca, dividimos a lucratividade do negócio. Não escravizamos o parceiro”.

O investimento neste formato rondará os 250 milhões de euros, cerca de cinco milhões por cada loja, e será partilhado entre a Jerónimo Martins e os empresários que apostarem neste formato. “Há uma partilha entre as partes. Temos linhas de financiamento garantido e nós somos os credores”, sublinhou o responsável.

De salientar que, atualmente, já existem três lojas do Pingo Doce neste tipo de regime. As novas lojas terão uma área de mil metros quadrados e as parcerias serão desenvolvidas nos próximos cinco a seis anos, avançou o responsável.