Portugal: insolvências a cair a dois dígitos há oito meses consecutivos

Portugal: insolvências a cair a dois dígitos há oito meses consecutivos

As insolvências registaram uma quebra de 13% em Portugal no passado mês de novembro. De acordo com o mais recente estudo Iberinform da Crédito y Caución, há já oito meses consecutivos que as insolvências de empresas registam diminuições a dois dígitos em Portugal.

Em novembro deste ano, registaram-se no país um total de 622 insolvências, menos 93 do que no período homólogo. No acumulado do ano, o total foi de 5 849 empresas, um valor que traduz uma quebra de 12,5% face a 2016.

De acordo com o estudo, “Lisboa e Porto são os distritos com o número de insolvências mais elevado, 1 596 e 1 209, respetivamente. No entanto, diminuíram 2,4% e 17% relativamente a igual período de 2016. Os distritos com decréscimos mais significativos são: Angra do Heroísmo (menos 70,4%), Beja (menos 40,5%), Coimbra (menos 39,8%) e Ponta Delgada (diminuição de 39,1%). Os aumentos mais notórios registam-se em Faro (acréscimo de 22,4%), Portalegre (11,1%), Bragança (7,1%) e Madeira (7.7%).

Importa ainda referir que os setores que apresentam maior variação no número de insolvências são: Eletricidade, Gás e Água (menos 22,2%), Agricultura, a Caça e Pesca (menos 20,4%), Indústria Extrativa (menos 20%), Comércio de Veículos (menos 17,8%), Construção e Obras Públicas (menos 17,2%), Comércio por Grosso (menos 14,9%) e Comércio a Retalho (menos 14%). Apenas os setores de Hotelaria e Restauração e Outros Serviços registam reduções inferiores a dois dígitos, de 3,4% e 8,9%, respetivamente.

No que diz respeito às constituições de empresas, em novembro deste ano foram constituídas 3160 novas empresas, um crescimento de 14% face ao período homólogo. No acumulado do ano, o aumento foi de 9,7%, com Lisboa a manter a liderança, com 12 652 novas empresas criadas. Os setores com maior peso são Outros Serviços (46,6%), Hotelaria/Restauração (12,4 %) e Comércio a Retalho (9%).

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui