Portugal teve maior quebra no retalho da Europa

Portugal registou em outubro a maior queda da Europa no que às vendas do comércio a retalho diz respeito, quando comparado com os números do mês anterior (-3,3 por cento). 

/images/textoimagens/fullsize/3694.jpg Portugal registou em outubro a maior queda da Europa no que às vendas do comércio a retalho diz respeito, quando comparado com os números do mês anterior (-3,3 por cento). 

 

Deste modo, e tendo em conta dados revelados dia 5 de dezembro pelo Eurostat, o nosso país contrariou a tendência de ligeira subida que se registou tanto na zona euro como entre os 27, de 0.4%.

As vendas a retalho totais caíram em dez dos estados-membros, que têm dados disponíveis, e subiram em onze. As maiores subidas foram registadas em Malta, Roménia e Polónia, com +3,7%, +2% e +1,4%, respetivamente. As maiores quebras foram contabilizadas em Portugal, Letónia e Dinamarca, que desceram -3,3%, -2,9% e -2%.

Já quando se analisam as variações anuais, Portugal também é o pais que apresenta uma maior quebra, quando comparados os valores com igual período de 2010. Assim, o nosso país decresceu 9,7%, seguido da Espanha (-6,8%) e da Dinamarca (-5,9%). As melhores prestações foram observadas na Lituânia, Luxemburgo, Letónia, com +9,5%, +8.9% e + 4,9%, respetivamente. 

 

(Visited 11 times, 1 visits today)