Quebra no volume de negócios nos serviços abranda em julho

O índice de volume de negócios nos serviços caiu 3,4% em julho, o que representa um abrandamento da queda registada no mês anterior. De acordo com os dados divulgados pelo INE, em termos mensais registou-se um aumento do índice de 4,8%.

O Instituto Nacional de Estatística justifica esta evolução do índice com o agrupamento de comércio por grosso, reparação de veículos automóveis e motociclos, cuja queda foi de 3,9%, um abrandamento em relação à descida de 5,7% registada no mês anterior.

Os agrupamentos de transportes e armazenagem, de atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares e o de atividades administrativas e dos serviços de apoio também ajudaram na evolução do índice, já que registaram quedas inferiores às verificadas em junho.

“O índice de emprego nos serviços apresentou, em Julho, uma diminuição homóloga de 3,7% (redução de 4,2% no mês anterior). A variação mensal do índice de emprego situou-se em 0,3% (redução de 0,2% em igual período de 2012)”, adianta o INE.