Quer ser empreendedor? Saiba que sacrifícios terá que fazer

O início de um negócio é quase sempre acompanhado de muitos sonhos e expectativas, especialmente para aqueles que abdicam de uma carreira sólida para se aventurarem numa empresa por conta própria.

Contudo, o investimento num negócio próprio pode muitas vezes ser acompanhado por alguns dissabores, sobretudo quando os novos empresários não estão preparados para abdicar de alguns aspetos que fazem parte da sua vida.

De acordo com a revista Entrepreneur, construir um negócio é um processo de perdas e ganhos, e se os empreendedores não estiverem dispostos a fazer alguns sacrifícios, “nunca serão bem-sucedidos”.

Estes são os sacrifícios que, de acordo com a publicação, todos os empreendedores têm que fazer:

  • Estabilidade: Se está a iniciar um novo negócio, não existem garantias de que vai correr bem. “Na fundação de um negócio, não existe forma de saber em que direção irá a empresa. Se não sacrificou um emprego confortável, bem pago e estável para seguir esse caminho é bem provável que ainda tenha que abdicar de qualquer outro tipo de estabilidade antes de avançar”, indica a revista. O empreendedorismo é, por natureza, um caminho instável, no entanto, se trabalhar ‘no duro’ e tiver uma visão clara daquilo que quer para a empresa, as coisas acabarão por estabilizar.
  • Balanço entre vida pessoal e profissional: Assim que apostar num negócio por conta própria, a linha que separa a sua vida pessoal da sua profissional ficará mais ténue. “Vai começar a pensar no seu negócio mesmo quando não estiver no escritório, às vezes porque quer e precisa de o fazer e outras porque não consegue evitar. No entanto, lembre-se que é importante balançar as prioridades profissionais e as pessoais. Arranje sempre tempo para a sua família e para a sua saúde mental”, diz a Entrepreneur.
  • Rendimentos: A Entrepreneur escreve ainda que outro dos sacrifícios que muitos empreendedores fazem é o da estabilidade financeira. Nos primeiros anos de um novo negócio é provável que não faça muito dinheiro, por isso, seja estratégico a definir as suas prioridades e onde precisa mesmo de investir dinheiro.
  • Descanso: Dormir e descansar é vital, no entanto, por mais que tente preservar hábitos de descanso saudáveis, é provável que nos primeiros anos de uma nova empresa tenha que sacrificar algumas horas de sono para conseguir gerir o seu negócio.
  • Conforto: Ser o seu próprio chefe significa que também que toma as suas próprias decisões, o que significa também que “sair da sua zona de conforto, múltiplas vezes por dia”, refere a publicação.

Os empreendedores mais bem-sucedidos são aqueles que abordam as situações desconfortáveis com confiança e com entusiasmo. “Aprenda a ser bem-sucedido em ambientes desconfortáveis. Terá que abdicar de algumas coisas, mas pense nesses sacríficos como uma espécie de investimento”, aconselha a Entrepreneur.

 

Notícias relacionadas

A sua estratégia de marketing está a afastar os seus clientes

Precisa de uma ideia de negócio? Damos-lhe algumas

O que precisa de saber sobre criar um negócio de sucesso