Rating de Angola melhora

A classificação de risco atribuída pela OCDE a Angola subiu um nível para 5. Esta melhoria reflete o esforço de desenvolvimento económico, a estabilidade do país e a forma atempada como o país está a cumprir as suas responsabilidades perante os financiamentos internacionais.

A melhoria da classificação do risco-país de Angola para o Grupo 5, implica a diminuição das taxas mínimas de prémio aplicadas de acordo com tabela da OCDE no âmbito dos créditos à exportação.

A Linha de Seguro de Créditos para países fora da OCDE é disponibilizada ao mercado em exclusivo pela COSEC, abrange um montante de 1.000 milhões de euros e permite a cobertura de operações de exportação para estes países, onde Angola tem grande destaque. Desde o arranque da linha em 2009, esta já foi utilizada por 317 empresas e este ano já garantiu vendas no montante de 655 milhões de euros.

Numa altura em que Angola é cada mais um dos mercados privilegiado pelas empresas portuguesas para destino das suas exportações, esta nova classificação de risco atribuída pela OCDE é uma boa notícia para Portugal e Angola e reforça a dinâmica e importância do seguro de créditos na cobertura de operações de exportação para este mercado.

Gostou deste artigo?

Se pretende ler mais artigos sobre franchising, empreendedorismo e gestão, subscreva a nossa newsletter aqui

(Visited 16 times, 4 visits today)